sábado, 31 de março de 2007

O QUE FAZEM OS ANJOS?

São protectores.
É a primeira função que vem à mente da maioria das pessoas. Os anjos cumprem a vontade de Deus protegendo e livrando dos perigos aqueles que estão sob sua guarda.

São anjos guerreiros que lutam a mandado de Deus.
Esses poderosos anjos são vitoriosos contra os exércitos humanos. Podem também lutar a favor de um simples indivíduo. Às vezes a simples presença de um deles é suficiente para assustar as pessoas e impedi-las de praticar actos maldosos. Eles também lutam contra os anjos de Satanás e seus demónios.

Executam a justiça de Deus.
Nas Escrituras, lemos que dezenas de milhares de anjos estavam no monte Sinai quando Deus deu ao povo a sua lei. No Novo testamento está afirmado que a Lei foi ordenada através dos anjos. Em Êxodo, Deus providenciou que um anjo retirasse os israelitas do Egipto.

Encorajam.
Eles vêm, nas horas difíceis, para retirar o desânimo das pessoas. Falam, às vezes, palavras de conforto e estímulo. Há ocasiões em que apenas a presença do anjo já é suficiente para assegurar o amor e a solicitude de Deus. Podem também, revelar o resultado positivo de uma situação.

Fortalecem as pessoas.
Ajudam em época de dor, sofrimento ou provação. Nesse mister, não livram a pessoa da provação. Porém ajudam o indivíduo a enfrentar a adversidade. O anjo que assistiu a Jesus no Jardim de Getsêmani é um exemplo. Não livrou Cristo do sofrimento na cruz, mas lhe deu forças para suporta-lo.

São mensageiros.
A palavra anjo quer dizer mensageiro. É este o maior ministério executado por eles para Deus. Na Bíblia, o Todo-poderoso usa frequentemente os seus anjos como mensageiros. Por exemplo: um deles contou à Maria que ela seria a mãe de Jesus. Um anjo explicou o nascimento de Cristo a José. Outro anunciou a natividade do Filho de Deus aos pastores no campo e um ser angelical mandou que José fugisse para o Egipto.

Guiam e dirigem os pensamentos das pessoas.
Satanás e os seus demónios usam seu poder para tentar as pessoas e levá-las ao pecado. Os santos anjos de Deus também são operantes, ajudando-nos a resistir à tentação. Deus também usa os seres angelicais para nos guiar e dirigir nas actividades diárias. Algumas vezes um anjo aparece, outras vezes um deles fala sem ser visto. Os anjos podem influenciar nossos pensamentos sem termos consciência do seu ministério.

Ajudam a trazer as pessoas para a salvação.
Podemos deduzir que, nos dias actuais, também há anjos que influenciam pessoas no sentido de terem fé em Deus, mesmo que não ouçam uma viva voz. Há alegria na presença dos anjos quando um pecador se arrepende.

São vigias.
Os anjos são espectadores, vigiando-nos enquanto vivemos. Billy Graham diz: “A nossa certeza de que os anjos, neste momento, presenciam a nossa maneira de agir através da vida deveria influenciar poderosamente as decisões que tomamos. Deus está nos observando e os seus anjos são também espectadores interessados”.

Estão connosco na hora da morte.
Jesus ensinou que, na hora da morte, os anjos levam os servos de Deus para o Céu. Que pensamento maravilhoso e reconfortante! Muitos têm testemunhado a presença de anjos na hora da morte, e muitas vezes as pessoas ali presentes também vêem os seres celestiais.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial