sexta-feira, 5 de janeiro de 2007

ABRAÇO AMIGO


Aproxime-se mais.
Tente sentir do que um abraço é capaz.
Quando bem apertado,
ele ampara tristezas,
sustenta lágrimas,
combate incertezas,
põe a nostalgia de lado.
É até capaz de amenizar o medo.
Se for cheio de ternura,
ele guarda segredos,
e jura cumplicidade.
Um abraço amigo de verdade
divide alegrias
em comemorações.
Abraços são pequenas orações
de fé, de força e energia.
Olhe para o lado:
há sempre alguém que quer ser abraçado
e não tem coragem de dizer.
Abrace-o.
O pior que pode acontecer
é ganhar de volta um sorriso de carinho,
ou, quem sabe, uma palavra sincera.
Você vai descobrir que ninguém está sozinho
e que a vida pode ser um eterno céu de Primavera.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial