sábado, 25 de outubro de 2008

EU ME CONFESSO A VÓS


Eu quero confessar-me a vós.
Abrir o mais que eu consiga, com humildade vou dizer-lhes, como me sinto preocupada quando por vezes, vos ouço a dizer que eu sou forte, que eu posso, que eu resolvo, que tenho uma energia fortíssima, que eu levo tudo à frente, em fim um sem numero de qualidades.
Ora o meu ego deve ficar aos saltos, mas não, eu não o permito. E sabem porquê? Porque eu não tenho por que me envaidecer.

Tudo aquilo que vamos conseguindo, é obra dos guias, de vós, da nossa fé. Eu só sirvo de canal, não tenho mérito. Mérito tem sim os MESTRES, que nos vão ajudando.
Tudo o que possam ver em mim, tirem da vossa cabeça que não sou eu.
Eu sou igual a qualquer ser humano, também, tenho inseguranças, medos, duvidas, enfim tudo aquilo que aflige os seres humanos.

Sou teimosa, sou vaidosa, o meu problema maior, penso, é a minha parte emocional, desde sempre é o meu calcanhar de Aquiles e tenho muitas lutas comigo mesmo, porque sou demasiado instável, nunca estou satisfeita e adoro ir mais longe, nem que isso me traga dissabores.

Como verificam, pouca sensatez, por isto e muito mais, eu tenho um longo caminho no meu progresso, como ser em evolução.
Tenho muitas coisas para limar, mas tenho fé que vou melhorar, com a minha vontade e em especial com a ajuda imprescindível dos meus Mestres e Guias.

Gosto muito de vós, é convosco que quero evoluir cada vez mais.

Chekinara

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial