terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

PROJECÇÃO ASTRAL - CURSO PRÁTICO - LIÇÃO Nº. 3

PROJECÇÃO ASTRAL III – MANTRANS E CONCENTRAÇÃO

As técnicas que estudaremos agora requerem do praticante uma boa capacidade de concentração, por isso é muito importante que você já esteja disciplinando e treinando a concentração.
Caso ainda não esteja bem treinado na concentração, provavelmente terá maior dificuldade em usar as técnicas desta lição. Porém nunca é tarde para começar a disciplinar-se.

UTILIZANDO MANTRANS

Um mantran é um conjunto de sons que podemos pronunciar (vogais, sílabas ou palavras) verbalmente ou mentalmente e que, por terem uma determinada vibração, produzem um efeito desejado.
Os mantrans a seguir têm como efeito a projecção astral.

FARAON – pronuncia-se em duas partes, assim:
FFFFFFAAAAAAAAAAAAAA....RRRRRRAAAAAAAAOOOOOOONNNNNN

LARAS – pronuncia-se em duas partes, assim:
LLLLLLAAAAAAAAAAAAAA...RRRRRRRRRRRAAAAAAAASSSSSSSS

TAIRÊRÊRÊRÊRÊ – pronuncia-se em uma só parte, assim:
TAAAIIIIII RÊ RÊ RÊ RÊ RÊ RÊ RÊ RÊ RÊ

EGIPTO – pronuncia-se em duas partes, assim:
EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE...GGGGGGGIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII PTTTTTTTTTTTOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

Para se fazer esta prática devemos deitar-nos numa posição confortável, fazer o relaxamento do corpo e depois então começamos a pronunciar os mantrans com muita concentração, sem pensar em mais nada.
Pode-se fazer os mantrans algumas vezes verbalmente e depois passar a fazê-los mentalmente, repetindo o mantran indefinidamente até atrair o sono levemente e sair em astral.
Veja que nesta técnica (e também na outra que aprenderemos nesta lição) o objectivo é muito diferente da técnica do saltinho.
Nas técnicas desta lição o objectivo não é adormecer inconsciente e depois despertar no astral (se bem que isso pode ocorrer também), mas agora o objectivo é provocar e acompanhar conscientemente o processo da projecção astral, perceber o corpo astral a sair do corpo físico.
É por isso que são muito interessantes estas novas técnicas que estamos agora a aprender, pois o praticante pode, após desdobrar-se, comprovar muito mais coisas.
Por exemplo, pode ver o seu corpo físico que ficou deitado na cama, flutuar no seu quarto, atravessar as paredes da sua casa, e muitas outras coisas que cada um poderá ver por si mesmo, e isso é o que mais importa.
Como agora vamos acompanhar o processo da projecção astral, é normal percebermos alguns sintomas que ocorrem durante o desdobramento, como um “formigueiro” generalizado, o corpo físico paralisado ou uma forte vibração. Tudo isso é perfeitamente natural e quando perceber que está com estes sintomas, apenas continue com os mantrans até que saia do corpo físico.

CONCENTRAÇÃO NO CORAÇÃO

Uma outra prática extremamente eficiente que é utilizada para sair em astral é a concentração no coração.
Os passos preliminares são os mesmos da técnica anterior, ou seja, deitar-se numa posição confortável e deixar o corpo bem relaxado.
Após isso o praticante deverá concentrar-se e imaginar o seu próprio coração.
Procure realmente ver o seu coração, como ele bate, como é externamente, sua cor, textura, etc.
Não se preocupe se não sabe como é um coração detalhadamente, simplesmente imagine da forma que acha que é.
Com a prática você realmente verá o aspecto real deste órgão (“o sábio que imagina vê”).
Após visualizar bem o coração externamente, penetre com a imaginação dentro do seu coração e passe a ver como ele é e funciona internamente (da forma que você imagina que seja).
Quando estiver satisfeito com a investigação interna do seu coração aprofunde mais a concentração e visualize as células dele. Depois concentre-se mais ainda e veja apenas uma célula. Imagine até o interior do núcleo da célula.
Faça esta concentração sem pressa e da melhor forma possível.
Procure adormecer fazendo esta concentração.
Usando esta técnica sentiremos os mesmos sintomas vistos na técnica dos mantrans. Aqui também você deverá ignorar estes sintomas e continuar com a concentração até sair em astral.

DICAS IMPORTANTES

✔ É fundamental praticar bastante durante o dia a auto-observação e a morte psicológica, pois assim, além de todos os outros benefícios, consegue-se ter cada vez mais lucidez nas experiências astrais.
✔ Pratique bastante durante o dia a técnica do saltinho. A grande maioria das experiências astrais, são conseguidas desta forma e são excelentes.
✔ Todas as técnicas descritas nesta lição levam o praticante a projectar-se no astral, porém a técnica de concentração no coração é a mais objectiva, o que significa que se consegue resultados melhores e mais rapidamente. Recomendamos dar atenção especial a esta técnica.
✔ É fundamental praticar as técnicas com concentração. Se isto está a ser um problema para si, recomendamos ler a lição sobre concentração e aplicá-la no seu dia a dia. Não se preocupe, pois com a prática tudo isto se resolve.
✔ É sabido que praticar durante a madrugada, após já ter dormido algumas horas, é mais fácil de se conseguir o desdobramento astral, porque além do corpo físico estar mais descansado (o que reflectirá num sono mais leve) a atmosfera na madrugada é também mais tranquila e silenciosa.
Isso entretanto não significa que não se possa praticar durante o dia, caso você tenha tempo disponível e um local silencioso para isso.
✔ Escolha a técnica que mais lhe agradar (mantran ou concentração no coração) e pratique com regularidade. Evite trocar de técnica constantemente, pois desta forma não se chega a lugar algum.

Pode estar seguro que ao fazer estas práticas terá os resultados desejados.
Muitas pessoas, usando as técnicas acima descritas, puderam e continuam a experimentar por si mesmas a realidade e os benefícios do desdobramento astral.Tudo o que necessita é boa vontade, prática e continuidade.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial